LIBERDADE AQUI!

Um Espaço de Liberdade de Expressão

O Planalto chora: Lula participa da despedida de Haddad no Planalto

Posted by Liberdade Aqui! em 24/01/2012

Do Conversa Afiada

Lula faz homenagem a Haddad.
O Planalto chora

À direita, o novo Vargas

O Conversa Afiada reproduz texto do Globo:

Lula participa da despedida de Haddad no Planalto

BRASÍLIA – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva retornou nesta quarta-feira pela primeira vez ao Planalto desde que entregou o cargo à presidente Dilma Rousseff. Lula foi recebido com aplausos de exaltação e ministros e integrantes do governo chegaram a se emocionar. Ele esteve no Planalto para as posses dos novos ministros da Educação e da Ciência e Tecnologia.

– Depois de um tempo, a gente vira um bando de chorão. O Haddad chorou , o Mercadante chorou. E o presidente Lula mesmo fala: ‘pode chorar que não faz mal nenhum’ – disse a presidente, após os discursos de Fernando Haddad, Aloizio Mercadante e Marco Antonio Raupp, em cerimônia oficial.

Antes mesmo de saudar todos os ministros, Dilma ainda disse:

– Quero dizer para vocês que, para mim, é uma honra receber o presidente Lula – disse ela , tentando evitar o choro. Lula também estava visivelmente emocionado.

Ele foi recepcionado por Dilma na garagem, e passou cerca de 10 minutos tirando fotos e sendo cumprimento por servidores e convidados.

– Eu estou muito emocionada com a volta do Lula ao Planalto – disse Dilma, sorridente, abraçando Lula.

Na véspera, Fernando Haddad disse que havia a possibilidade da participação de Lula, mas que não tinha recebido confirmação.

O ex-presidente continua com o tratamento contra o câncer de laringe. Na quarta-feira, ele faz uma nova sessão de radioterapia em São Paulo.

Haddad fez um discurso de agradecimento. Em sua despedida, o pré-candidato à Prefeitura de São Paulo fez referência ao Congresso Nacional, à Presidência da República, aos ministérios e à sua equipe no Ministério da Educação.

– Eu muitas vezes me emocionei com muitas histórias no Ministério da Educação. Posso assegurar que ninguém ali sai de camisa seca, todos saem de camisa suada – disse ele a uma plateia que o interrompia a todo momento com aplausos.

O agora ex-ministro ressaltou o apoio que recebeu de todo o governo e declarou que o futuro “passa pela educação”, mensagem essa que, para ele, já foi incorporada pela sociedade.

– Lançamos um plano de metas de qualidade em 2007. Vinte e sete governadores e mais de 5 mil municípios nos apoiaram – discursou Haddad, ainda falando sobre a aprovação de mais de 50 projetos de lei e da parceria do ministério para a aprovação de duas emendas constitucionais.

Aloizio Mercadante, sucessor de Haddad, falou logo em seguida. Ele elogiou a indicação de Marco Antonio Raupp para o Ministério de Ciência e Tecnologia, de onde saiu, e deu um conselho ao novo ministro:

– Quando você levar um projeto para a presidente, saiba que a primeira fase será de espancamento do projeto. O projeto vai ser desconstituído – disse Mercadante, que ressaltou a necessidade de se apresentar uma proposta bem elaborada à presidente, arrancando risadas da plateia:

– Volte para casa, junte a equipe, trabalhe intensamente e o apresente novamente – completou.

Mercadante se emocionou também ao falar do presidente Lula:

– Nestes 30 anos, o senhor plantou sementes pelo país inteiro. Sementes de esperança, de dignidade, sementes de cidadania e de liberdade. Sementes que estão fazendo este país florescer – disse ele, que antes de discursar fez questão de abraçar o ex-presidente.

Ele concluiu o discurso elogiando Dilma:

– Essa atitude ( de desconstituir o projeto) é de quem tem compromisso com o gasto público.

Após a fala de Mercadante, foi a vez de Marco Antonio Raupp. Ele falou sobre a importância do Ministério da Ciência e Tecnologia e comparou o ex-presidente Lula a Getúlio Vargas:

– Hoje é um dia de viver grandes valores da vida (…) Falando sobre política, meu pai dizia: Deus nos deu um Getúlio Vargas. Agora, nos deu outro (aponta para Lula).

A senadora Marta Suplicy, que tinha a intenção de disputar a Prefeitura de São Paulo e foi preterida pelo PT, não compareceu à cerimônia.

 

 NAVALHA

Navalha

O Nunca Dantes atira no alvo.

O alvo é São Paulo.

Ele e a Presidenta subiram no palanque de Haddad para minar a hegemonia tucana.

Faz água por todo lado, no arraial tucano.

O ultimo tiro abaixo da linha d’água foi o massacre de Nahas e Alckmin em São José dos Campos, cidade controlada também pelos tucanos.

Clique aqui para ver o vídeo do massacre

aqui para ler sobre a sugestão do professor Comparato

Lula mirou em Tasso tenho jatinho porque posso, Marco Maciel e Arthur Virgilio Cardoso.

Eles sabem o que aconteceu.

Paulo Henrique Amorim

 

Artigos Relacionados

O Golpe sai de férias. Dilma é Lula

(112)

Presidente do PSDB lança Aécio. Bye-bye Cerra 2014

(171)

Nunca Dantes foi tratar do PMDB. O partido da “m”. E, não, do Palocci

(66)

Globope da Dilma leva PiG e tucanos ao colapso

(133)

Pesquisa prova:
FHC é o veneno que mata o Serra

(138)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: