LIBERDADE AQUI!

Um Espaço de Liberdade de Expressão

Colunista cheirosa ataca novamente…

Posted by Liberdade Aqui! em 24/06/2011

Via Portal Nassif

Pretensão e água benta no jornalismo

Enviado por luisnassif, sex, 24/06/2011

No governo Lula, era frequente se imputar suas aprovação e popularidade ao desconhecimento de mazelas por parte dos grotões “iletrados” do país. Durante oito anos, pesquisadores tentaram relacionar os fatos. Uma luta, porque a cada crítica ou escândalo nada mudava.

Dilma, com alguns dos predicados festejados pelos conservadores, pensava-se, estaria livre disso. Que nada. A sempre equivocada Eliane Cantanhêde, hoje, na “Folha”, volta a falar de nós, os ignorantes.

Leiam este trecho: “E Dilma aprendeu com o padrinho que é melhor isolar as crises políticas como assunto de minorias e ir tocando o barco, ou melhor, os governos. Por isso, Dilma foca as faixas de baixa renda, que nem sabem quem é esse tal de Palocci, e as classes médias, que, se ouviram falar em Palocci, Código Florestal e sigilos, não deram tanta bola assim. O importante é o que bate no bolso“.

Faz parecer que, em outros governos, tínhamos um país predominantemente de doutores bem informados, com poder acurado de análise crítica, e não os mesmos ou maiores “grotões” que temos hoje.

Se tiverem paciência, abaixo o artigo completo:

ELIANE CANTANHÊDE

Saindo das cordas

BRASÍLIA – Parece sina: Dilma vive enroscada com a antipática palavra “sigilo”. Primeiro, o sigilo dos negócios do homem forte de seu governo, depois o sigilo eterno dos documentos oficiais, enfim o sigilo nos contratos de obras para a Copa e para a Olimpíada.
Presidentes, porém, têm caneta, recursos e “Diário Oficial”. E Dilma aprendeu com o padrinho que é melhor isolar as crises políticas como assunto de minorias e ir tocando o barco, ou melhor, os governos.
Por isso, Dilma foca as faixas de baixa renda, que nem sabem quem é esse tal de Palocci, e as classes médias, que, se ouviram falar em Palocci, Código Florestal e sigilos, não deram tanta bola assim. O importante é o que bate no bolso.
No setor de telecomunicações, Dilma vai anunciar na próxima semana telefone fixo a R$ 9,50 (sem o ICMS) para a baixa, baixa, baixa renda, telefones individuais e orelhões para a área rural e banda larga a R$ 35. Só coisa boa.
No de atendimento médico, a ANS (Agência Nacional de Saúde) deu um chega pra lá nos planos de saúde, definindo prazos para consultas, que eram a perder de vista.
No de educação, a presidente anunciou 75 mil bolsas de estudo para alunos de graduação e de pós-graduação e entregou, toda sorridente, medalhas para campeões da olimpíada de matemática.
No de moradias, a União doou 200 mil m2 em terrenos para projetos de interesse público em Minas Gerais e no Paraná, a maior parte para casas populares.
Então, que Palocci que nada! Crise com a base aliada, o que é isso? Documentos sigilosos, eu, hein?!
É assim que Dilma vai deixando o episódio Palocci para trás, contando com Lula para controlar o PT, jogando as negociações políticas para Ideli Salvatti e se reservando para dar boas notícias a quem interessa de fato -e dá retorno.
Agora, é torcer para não haver outros casos Palocci voando por aí. Senão começa tudo de novo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: