LIBERDADE AQUI!

Um Espaço de Liberdade de Expressão

SÓ FALTA COMBINAR COM OS RUSSOS

Posted by Liberdade Aqui! em 19/07/2010

Do Portal Brasilianas.org

Serra: a sina de ser vidraça

Por Luis Nassif, seg, 19/07/2010

Uma das características de qualquer ser humano racional, cartesiano, é a capacidade de prever as consequências de um lance jogado. Até Garrincha, gênio do futebol e escasso em raciocínio, entendia que não existe tática eficiente se não se prever qual será a reação do adversário. O famoso “já combinaram com os russos” é um monumento à boa lógica.

A campanha de Serra segue ao sabor do vento, qualquer palpite é acatado é implica modificações do plano de vôo, sem a menor preocupação de combinar com os russos.

Agora, é o conselho sábio do sociólogo do livro “O Cabeça do Brasileiro”, que sugeriu que a melhor campanha seria prometer o dobro do que o adversário já realizou. Gênio!

O cartesiano Serra – que se fosse jogador de xadrez seria incapaz de enxergar dois lances adiante – incumbiu um tarefeiro do PSDB, Floriano Pesaro – vereador tão sem peso que é militante da tropa de choque do partido na Internet (justo o PSDB que poderia recorrer aos técnicos da equipe de dona Ruth) – de preparar o programa.

E lá vai ele, prometendo enxoval para grávida, dobrar a Bolsa Família etc.

Começa o horário gratuito, e o que ocorrerá? Bastará a campanha da candidata Dilma Rousseff confrontar as promessas com o que foi de fato realizado em São Paulo.

Serra não se deu conta de que jamais poderá sair espalhando promessas ao vento – como faria uim candidato sem histórico – porque tudo será conferido com o que de fato entregou em São Paulo. Ou seja, nem poderá ser estilingue, sob o risco de levar pedrada em sua vidraça.

Do Valor

Serra promete de cesta básica a enxoval

–>Cristiane Agostine, de São Paulo

Distribuir gratuitamente cestas básicas e remédios aos mais carentes. Dar enxoval às grávidas. Criar mais um programa de transferência de renda, o Bolsa-Extra, para estudantes de cursos técnicos. Dobrar o Bolsa Família e aumentar o valor do recurso transferido a famílias de baixa renda. Entregar medicamentos em casa, pelo correio, a pacientes. As promessas, feitas pelo candidato do PSDB à Presidência, José Serra, nos dez primeiros dias de campanha oficial, indicam o foco do partido na área social e a decisão de acirrar a disputa por votos da população de baixa renda. Mais do que dar continuidade às políticas do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, os tucanos querem mostrar que são “inovadores”.

Na disputa pela bandeira social, o coordenador da candidatura tucana, senador Sergio Guerra (PSDB-PE), analisa que Serra têm de reforçar o tema como prioridade no início da campanha. “Temos que ter propostas claras para a área social. É área prioritária. Vamos mostrar que somos pró-ativos”, disse Guerra.

Ainda não há informações sobre o número de beneficiários da cartilha social de Serra, nem sobre o custo das iniciativas. A promessa de duplicar o Bolsa Família foi a mais detalhada. O tucano disse que, se eleito, vai ampliar as famílias beneficiadas, das atuais 12,6 milhões para 27,6 milhões. Com isso, os gastos devem aumentar de R$ 13,1 bilhões ao ano para pelo menos R$ 29 bilhões anuais, já que Serra propôs também elevar o valor da bolsa. A estimativa é ampliar o investimento no programa de 0,4% do PIB para 1,5%.

Além de ampliar o Bolsa Família, Serra propôs um novo programa de transferência de renda, o Bolsa-Extra. Os recursos irão para alunos de escolas técnicas, para evitar que jovens abandonem a qualificação.

O tucano, ex-governador e ex-prefeito de São Paulo, prometeu levar para o governo federal programas de suas gestões: a distribuição gratuita de remédios, a entrega de remédios em domicílio e a garantia de acompanhamento médico às gestantes, com direito a enxoval para os bebês e vale-transporte. Seria a versão nacional do “Mãe Paulistana” e “Mãe Curitibana”.

A defesa de distribuição gratuita de cestas básicas a famílias carentes, feita por Serra na semana passada, chamou a atenção do vereador Floriano Pesaro (PSDB), integrante do comitê social da campanha. “Deve ser algo emergencial. Isso não é política de governo”, disse, surpreso.

Segundo Pesaro, o esforço da campanha nesta eleição será mostrar que a base da política social do governo Lula veio da gestão de Fernando Henrique Cardoso. “Em 2002 Serra não falou muito disso, em 2006 o Geraldo (Alckmin) não falou com clareza e então o PT se apropriou dos programas”, disse. “Defendemos dois eixos: tirar a população da pobreza e mostrar que vamos além do Bolsa Família. Daremos creche, curso de qualificação e microcrédito.” As propostas sociais são organizadas por Pesaro, Ana Lobato, pesquisadora do Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas e Marcelo Garcia, ex-secretário municipal.

A tentativa de Serra de aproximar-se das camadas mais pobres ficou clara nos eventos partidários que lançaram sua candidatura. Em Salvador, na convenção nacional do PSDB, em junho, o tucano ressaltou sua origem humilde, “filho de um camponês, vendedor de frutas, analfabeto até os 20 anos de idade”. “Eu sei onde o calo aperta. Eu sei como é a vida real das famílias pobres deste país, pois sou filho de uma delas.”

O problema que Serra deve enfrentar na campanha, de acordo com discursos de petistas, é a acusação de não ter investido de forma significativa em programas de transferência de renda na prefeitura e no governo estadual. No município, o tucano não conseguiu vencer a dificuldade de cadastrar todas as famílias que poderiam receber o Bolsa Família, mas que estão fora do programa. Segundo o IBGE, cerca de 320 mil famílias têm o perfil do programa, mas pouco mais de 130 mil recebem a bolsa. Pesaro, que foi secretário municipal de assistência social na gestão Serra, explicou que as dificuldades se devem à falta de integração dos governos municipal, estadual e federal. “Há concorrência entre os programas dos governos”, disse. No Estado, enquanto Serra era governador, o Renda Cidadã previa um pagamento menor de benefícios em 2010 do que em 2006. O governo, no entanto, ampliou os investimentos um dia depois que o tucano prometeu dobrar o Bolsa Família.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: